Um peixe fora d’água?

 

Nesta semana um “peixe” não conseguiu sobreviver à violência do homem, sendo fisgado pelo anzol da maldade, do ódio, da intolerância. Este “peixe” se chamava Márcio Barreto de Toledo, torcedor santista assassinado após o clássico entre São Paulo e Santos.

Será mesmo que lugar de peixe é no aquário, lugar seguro, sem as turbulências e riscos de um oceano? Será se Márcio, o “peixe”, não deveria ter se lançado nas águas perigosas da cidade de São Paulo e deveria ter ficado em casa, dentro de seu “aquário”, onde tudo é calmo e tranquilo? Será se Márcio foi mais um “peixe fora d’água”, que deixou o seu habitat e, pois, não teve condições de sobreviver? Será se todos os peixes deverão viver em aquários para poderem sobreviver?

 

Acho que vale a pena pensar sobre isso, principalmente para aqueles que “ainda” preferem os oceanos aos aquários…

 

Leandro Cordeiro

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s